Como escolher uma boa semente para plantar na sua horta ou sítio

Semente boa para plantar

Para os apaixonados por horta, chácara e sítio que desejam ter uma produção saudável de forma, garantir não só o sustento como também desenvolver uma rotina prazerosa, a semente é essencial para o obter um bom resultado.

Lavoura grande ou pequena, o importante é a seleção das sementes para ter sucesso no plantio.

Diversos proprietários de sítios, chácaras ou de um pequeno quintal em casa ou horta no apartamento, se perguntam qual a melhor forma de se construir uma lavoura que produza bons proventos dentro das expectativas esperadas, com alimentos de qualidade e que possam ser consumidos em pequena ou grande escala.

Por esses e outros motivos é importante, antes de começar o plantio, selecionar de maneira correta a semente mais adequada, que é o principal do processo de criação e cultivo da lavoura.

Por isso, quando o produtor não se atenta aos critérios para a coleta dos melhores grãos e sementes, observando a descrição do material a ser cultivado, ele corre mais riscos de perda, sendo assim, verificar todas as informações sobre o produto antes de plantar será determinante para que a lavoura seja próspera ou não.

Observando todos esses aspectos, e levando em consideração os avanços tecnológicos na agricultura, temos como um bom exemplo de grão, que tem se destacado no mercado, por proporcionar uma variedade boa de cultivares, o milho, que também tem sido cada vez mais estudado e transformado, graças ao desenvolvimento de híbridos e a genética superior em um produto mais resistente a pragas e doenças.

Vamos explicar rapidamente o que é uma semente híbrida e transgênica.

Semente Híbrida

As sementes híbridas são a partir do cruzamento forçados de plantas. Selecionando um cultivar com outro cultivar da mesma espécie.

Exemplo: espécie café, cultivar Café Caturra, Mundo Novo e Icatu, deram origem a dois novos cultivares.

Origem Genética: Caturra x Mundo Novo = CATUAI AMARELO IAC 62

Origem Genética: Catuai x Icatu = JAPY VERMELHO

Isso são sementes híbridas, o objetivo destes cruzamentos forçados é desenvolver um cultivar resistente e produtivo para cada região do Brasil. Um cultivar de café pode se dar bem no cerrado e outro em região serranas, com altitudes acima de 1000m.

Semente Transgênica

São sementes geneticamente modificados.

O método de transgenia consiste na transferência de genes de um indivíduo para outro, sendo estes normalmente de espécies diferentes.

Com a engenharia genética é possível introduzir genes de outra espécie em uma planta (que podem provir de vegetais, microrganismos ou inclusive de animais). As sementes transgênicas têm, portanto, alguns genes que não fazem parte de suas estruturas.

O objetivo é ter uma planta resistente a pragas e com alta produtividade.


Cultivo do Solo

É importante ter um solo saudável. Para isso é necessário possuir matéria orgânica e nutrientes necessários para a planta.

Para iniciar em áreas degradadas recomenda-se utilizar adubação verde de verão ou inverno. http://www.sitiopema.com.br/adubacao-verde-reduzir-custos-aumentar-produtividade/

A adubação verde tem como o principal objetivo de fixar nutrientes no solo como o nitrogênio e geração de matéria orgânica.

Outro ponto importante é a acides do solo, o pH, quando falamos em fazer calagem, é colocar calcário. O calcário é pó de uma rocha com objetivo de equilibrar o pH do solo. Deixar com pH neutro entre 6 e 7. Para fazer a aplicação correta é necessário fazer uma análise de solo.

O assunto solo é tão extenso que vamos deixar algumas dicas básicas.

  • Deixe o solo sempre coberto com matéria orgânico como capim seco, palha de arroz ou café com intuito proteger do sol e vento, mantendo sempre úmido;
  • Fazer a composteira fora e depois aplicar no solo;
  • Evite revirar muito o solo, com o uso do arado;
  • O uso da grade, enxada rotativa revira bem menos o solo;
  • Pode-se usar torta de mamona para gerar matéria orgânica e fixar o nutriente nitrogênio.

Para saber mais sobre o Solo a EMBRAPA produziu um livro “Manual de métodos de análise de solo” disponível no site e gratuito.

https://www.embrapa.br/busca-de-publicacoes/-/publicacao/990374/manual-de-metodos-de-analise-de-solo

Manejo

Outro fator que tem se mostrado determinante para a boa colheita e produção de sementes é a atenção e o avanço da forma de pensar e agir dos agricultores de pequeno, médio e grande porte que levam cada vez mais em consideração a forma como tratar a lavoura e que aprendem cada vez mais técnicas eficazes para a produção de todos os tipos de produtos, sejam eles híbridos ou transgênicos.

Resumindo manejo é cuidar da plantação, evitando pragas, irrigando, roçando, podando, etc.

Conclusão

Ainda como um bom exemplo de análise de escolha de sementes para a lavoura, se o produtor optar pelo milho por exemplo, deve estar atento às propriedades de cada semente (cultivar) em específico, como a produção e o objetivo desejado a alcançar, como milho verde, silagem (comida para animal) ou o próprio grãos.

Existem tratamentos específicos em cada um dos casos, visto que, se for silagem, é preciso considerar o uso de grãos úmidos e a planta inteira, são triturados e armazenados para alimentar o gado geralmente.

Outra dica, o produtor deve também, verificar o ciclo mais adequado para sua plantação, o que será determinado de acordo com o sistema produtivo que optar, deve avaliar o potencial e estabilidade do rendimento dos grãos de acordo com a região em que eles estão sendo condicionados, é preciso verificar a resistência das sementes as principais pragas e doenças que podem ocorrer na região onde ele se encontra.

Um dos pontos valiosos e que deve ser avaliado é o nível de tecnologia dos quais se tem disponibilidade, como, por exemplo, para a manutenção da lavoura, em todas as etapas do processo – desde o plantio até a colheita, irrigação, etc.

Além disso, o agricultor deve sempre pesar os prós e contras de escolher determinados grãos para sua plantação, levando em conta a finalidade, pois não parece viável montar a lavoura, em caso de comercialização, de produtos que não são consumidos na região, mas isso depende somente do fim para os quais ele será utilizado.

Após avalizar todos estes pontos elencados, o agricultor estará pronto para determinar qual melhor produto para produzir, sem esquecer, também, de selecionar não só as sementes, mas também onde comprá-las, para que assim possa garantir uma lavoura substancial, independentemente dos fins para os quais seu cultivo se destina.

Ter uma boa semente, requer também um bom solo e manejo para ter uma boa colheita. Bora plantar!